WEB

Tem quem goste. Mas o horário de verão pode prejudicar a saúde e o trabalho

sexta-feira, 13 de outubro de 2017


Ele causa desconforto para a maioria das pessoas, podendo prejudicar a saúde, o rendimento no trabalho e nos estudos e levar a acidentes. Foi considerado ineficaz para gerar economia no setor elétrico, seu principal objetivo, e o governo cogitou descartá-lo esse ano. Mesmo assim, mais um horário de verão vem aí. Os relógios deverão ser adiantados em uma hora à meia-noite deste domingo (15).
"Todo mundo vai sentir certo desconforto nos primeiros dias", diz Cláudia Moreno, professora da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo) e da Universidade de Estocolmo. Mesmo quem gosta do horário de verão deverá sentir algum efeito, como se tivesse viajado para um lugar com diferente fuso-horário.
Isso ocorre porque temos dois relógios. Um é o biológico, ligado ao ritmo das secreções hormonais e do funcionamento dos órgãos do nosso corpo. O outro, o social, que marca a hora de entrar no trabalho, na faculdade ou escola. Nosso relógio biológico está sincronizado com o ambiente, o dia e a noite. Obedecer o horário social depende de adaptação do organismo, que varia de pessoa para pessoa. E quando esse horário muda, cria-se um descompasso que exige nova adaptação.
"Toda vez que muda o horário externo, o corpo precisa ajustar o horário de dormir e de acordar, a secreção de melatonina [que dá sono] e de cortisol [que desperta]", diz Fernando Louzada, professor de neurociência da UFPR (Universidade Federal do Paraná).
A entrada do horário de verão reduz o nosso relógio social em uma hora. Nosso ritmo biológico é de um pouco mais de 24 horas. Isso tem um efeito no organismo humano Cláudia Moreno, pesquisadora da USP
Fonte- UOL Noticias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. Blog do Alisson Lima.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Mais Template.
Creative Commons License